8 de outubro de 2009

Quebrem esta corrente!


Odeio correntes de internet. Todas elas. Sempre fico chocada com as inúmeras bobagens que circulam por aí e fico pensando como é possível alguém acreditar nestas coisas. Agora, acabo de receber um e-mail dizendo que se eu encaminhá-lo, o Bill Gates vai me pagar $243,0 para cada vez que o e-mail for novamente encaminhado. No mesmo e-mail, o "depoimento" de várias pessoas jurando de pé junto que é verdade, elas receberam um cheque com alguns milhares de dólares alguns dias depois! Para que trabalhar em um mundo em que para ficar rico basta encaminhar lixo para os amigos, não é mesmo? Mas não é o primeiro e-mail que recebo com este tipo de abobrinha. O que me chamou atenção, foi o que eles usaram nesse e-mail para dar "credibilidade" ao "fato":
"Saiu na revista Época repassem e lucre (sic), não é brincadeira"
"Muito estranho, mas recebi de várias pessoas confiáveis...
E mais, saiu na revista época!"

As pessoas acreditam na revista época (e similares como Veja, Superinteressante, etc). Embora eu não seja fã destas revistas, não estou dizendo que as mesmas só publiquem mentiras (apesar de que, quando publicam sobre ciência, as falhas serem frequentes). O problema é acreditar cegamente no que elas publicam. Falta senso crítico nas pessoas. Muita gente não se interessa por ciência a ponto de procurar por informações na internet e/ou revistas como estas e as poucas que o fazem não o fazem de forma crítica. Em parte, acredito que seja por que a maioria ainda vê a ciência com grande distanciamento, como algo que só os cientistas podem questionar ou criticar. Por isso, penso que um dos principais objetivos da divulgação científica tem que ser incentivar o questionamento e a crítica e ensinar critérios, o que, para mim, estão entre as melhores coisas que a ciência tem a oferecer e que de fato vai ajudar as pessoas a resolverem problemas e tomarem decisões de forma mais embasada no seu cotidiano....

...começando por usar de mais critérios ao escolher que e-mails encaminhar aos amigos! Correntes, não! 

"A ignorância afirma ou nega veementemente, a ciência duvida"
Voltaire

5 comentários:

Mauro Rebelo disse...

Aluna de peixe, peixinho é! :-)
É isso ai, Ju. E gostei do novo visual do Blog.

Juliana Americo disse...

Obrigada :) mas deveria ser "ostra, ostrinha" hehe

Cláudia disse...

Oi Juliana, tudo bem?

Estava no google procurando alguma salvação pra um problema que estou tendo de contaminantes nas minhas extrações de RNA (que acho já ter encontrado a resposta, só vamos ver se agora funciona né! rs) e encontrei seu blog. Achei o máximo!! Nunca tinha visto blog sobre protocolos de biomol, e pelos links do seu blog existem vários!! Adorei a idéia.

Dei uma lida por cima dos seus posts e você tá de parabéns! Além de ser fácil de entender, trata de vários assuntos interessantes dos quais eu não sou tão familiarizada. Com certeza depois vou ler com mais calma, principalmente a parte de clonagem (adoro em teoria, mas nunca fiz na vida!). Até deu vontade de montar um blog também, essa troca de experiências e vivências pode ser mto legal quando a gente se sente perdido né? (o que não está sendo muito raro! hehe)

Boa sorte no seu mestrado!!
Abs!

Juliana Americo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliana Americo disse...

Oi, Cláudia
Obrigada pelo comentário!

A blogosfera científica está mesmo crescendo no Brasil. Dá uma olhada no Anel de Blogs Científicos: http://dfm.ffclrp.usp.br/ldc/index.php/anel-de-blogs-cientificos

Eu te dou a maior força para fazer um blog sobre biomol também, assim teria mais gente para eu trocar idéias por aqui! :)

Qualquer coisa, fique a vontade para entrar em contato.

E boa sorte com as suas extrações de RNA!

Abraços,
Juliana